ATV 18: O VALE SUL DE CUSCO (D.C.)

Saida           : 8h.30 da manhã

Duração         : O día todo

Lugar           : Cusco

Estação         : O ano todo.

DESCRIÇÃO:

A zona sul do vale de Cusco desempenhou um papel muito importante no desenvolvimento do grande Estado Inca. Isto começou com a emigração da sua população para o sul (planalto peruano), a cual permitiú a ocupação do vale. Os primeiros habitantes conhecidos foram os marcavalles que são considerados como a mais antiga civilização no vale (1000 anos a. C.). Eles ocuparam a zona do mesmo nome, en quanto os omas moraram no que agora é o Distrito de San Jerónimo e os wari – chankas fizeram grandes progresos em obras de irrigação e planejamento urbanístico, assim como na construção de terraços de cultivo e contenção. Estas obras arquiteturais podem ser apreciadas em dois conjuntos arqueológicos.

Tipón tem uma grande diversdade de terraços esclonados e canais de irrigação, o que mostra que era um lugar destinado à pesquisa agrícola e à agricultura.

Pikillacta é bastante impressionante pelas suas estradas retas, predios de dois andares, assim como pelas suas paredes de 10 metros de alto Estes restos nos contam muito sobre as culturas pre-incas.

Também, a arte destaca no vale do sul. Assim é que, em Andahuaylillas, descobriremos uma linda pequena igreja constroida em tempos coloniais, que abriga maravilhosas pinturas e preciosos retratos. De fato, o seu interior está completamente pintado com diferentes imagens religiosas. É por isso que foi denominada “A Capela Sixtina de América”.

TIPON

Este nome vem da palavra quechua “T´impuy” que significa “Onde a Água Ferve”, devido ao número de nascentes subterráneas que existem là. Então, a palavra Tipón não está pronunciada corretamente. Este complexo arqueológico está situado no vale do mesmo nome, na comunidade de Choquepata, Distrito de Oropesa, Provincia de Quispicanchis, Departamento de Cusco.

Cientistas sugerem que esta zona arqueológica foi constroida pelo fim do governo de Yawar Wakaq e que a sua construção foi terminada durante o reino de Wiracocha. Mas, olhando o seu estilo arquitetural e as características das suas construções, muitos estão a favor do periodo de Pachakuteq.

PIKILLACTA

Em quechua, “Piki” significa pulga e “Lhaqta”, cidade. Bem que este nome não quer dizer que havía parásitos, esse lugar foi chamado assim pela quantidade de pessoas que vivíam là. Está situado nas beiras do río Huatanay, na zona da lagoa de Muyna, melhor conhecida como Huacarpay.

Pikillacta está rodeado por muros com mais de 10 m. de altura e 1,20 m. de espessura, que são constroidos com pedra e argila. No tempo dos incas, Pikillacta foi usado como posto de vigilia antes de penetrar no Collasuyo.