ATV 13: O PARQUE NACIONAL DO MANU (9D-8N)

Saida           : 7h.30 da manhã, em datas predeterminadas de saida

Duração         : Nove días e oito noites

Lugar           : Manu, Departamento de Cusco

Estação         : O ano todo.

ITINERÁRIO:

Para os nossos visitantes que são fanáticos da natureza e da observação de aves, provemos uma opção para um circuito de 9 días, nas profundezas da Reserva do Parque Nacional do Manu. Também, podemos combinar este tour com Viagens de Canotagem ou de Bicicleta de Montanha. Para mais informações, haverá uma palestra na noite antes da saida.

1ro DÍA: CUSCO – BOSQUE DE NUVENS

É preciso sair de Cusco (Cuzco) cedo para enfrentar um día cheio de atividades, desde as terras altas, até embaixo, no luxuiante Bosque de Nuvens. Após a nossa saida de Cusco, atravessaremos a cidade de Paucartambo, conhecida como o centro folklórico da região. A parada seguinte, a faremos no mirador panorámico de Tres Cruces (3.950 m. de altitude), para uma vista geral sobre a bacía amazónica. Depois ter passado um tempo là, descenderoms atravessando varios pisos ecológicos. Em caminho, poderemos ver uma diversificada flora e fauna endémica, como borboletas, flores, samambaias arborícolas gigantes e orquídeas, assim como macacos, veados andinos e aves de todo tipo. De tardezinha, chegaremos na zona de San Pedro; lar da Ave Nacional do Perú; o “Galo das Rochas” e do urso de óculos (o único urso encontrado na América do Sul). Pernoite no nosso campamento.

2do  DÍA: BOSQUE DE NUVENS – PILCOPATA

Após a nossa primeira noite no Bosque de Nuvens, faremos uma caminhada antes do café da manhã, para de repente poder observar o espectacular Galo das Rochas se mostrando num ritual de casamento que realiza cada día embaixo de um barranco de argila, onde entre oito e dez machos performam para uma fêmea. Logo, voltaremos ao nosso campamento para tomar um copioso café da manhã e nos prepararmos para ir até o povoado de Pilcopata, de onde iniciaremos a nossa caminhada para chegarmos à Comunidade Nativa de Huacaria. É um grupo étnico huachipaire cujo membros compartilharão connosco a sua alimentação tradicional, nos permitirão caminhar pelas suas trilhas e nadar nos seus ríos. Na tardezinha, voltaremos a Pilcopata para jantar e pernoitar num albergue local.

3ro DÍA: CAMPAMENTO NO PARQUE NACIONAL

Hoje, depois do dejejum, ainda faremos uma viagem de 45 minutos até Atalaya, onde abordaremos a nossa canoa que nos levará ao albergue Buena Vista Lodge, situado na beira do poderoso río Alto Madre de Dios. Là, passaremos o día explorando la zona ao redor, assim como trilhas muito interessantes que nos mostrarão impressionantes ecosistemas e também, teremos a oportunidade de nadar no río. Após o jantar, experienciaremos varios soms da noite amazónica, como o do musmuqui; o único primata noturno no mundo, do rato kalinowski, de numerosas especies de rãs, grandes potoos e da coruja pigmé, entre muitos outros habitantes da noite. Campamento.

4to DÍA: CAMPAMENTO NO PARQUE NACIONAL

Após uma confortavel noite de sonho no albergue, faremos um passeio antes do dejejum para observar uma singular ave com apariência prehistórica; o hoatzin. Agora, a expedição começa em sério. Abordaremos o nosso bote motorizado (com assentos forrados, salva-vidas e um teto para nos protegermos do sol e da chuva), para iniciar a viagem río abaixo, no Alto Madre de Dios, até a Zona Reservada do Parque Nacional do Manu. A medida que vamos nos acostumando ao emocionante entorno da selva, veremos a última cordilheira dos Andes; as montanhas Pantiacolla, se perfilando à nossa frente, na distância. De repente, teremos tempo suficiente para dar uma parada e visitar o grupo étnico dos machiguengas, no seu povoado de Shepitiari. Lá teremos a oportunidade de observar a sua cultura e maneira típica de viver. Continuando a nossa viagem em barco, chegaremos à Boca Manu, na Zona Reservada do parque, para montar o nosso campamento e jantar. A noite, pegaremos lanternas e caminharemos na beira do río. As poças estão cheias de caimães pretos com os seus brilhantes olhos. Se tivermos sorte, de repente encontraremos um olingo, um kinkaju ou até um ocelot (tipo de onça) nas trilhas. Sem dúvida, os barulhos noturnos das rãs arborícolas e dos insetos na selva, farão deste passeio uma experiência inesquecivel. Campamento.

5to DÍA: CAMPAMENTO NO PARQUE NACIONAL

O día começará com um curto passeio antes do amanhecer, para ouvir os coros de aves, macacos e insetos saudando o día e chamando para delimitar o seu território. Ao amanhecer do Sol, o céu no leste, tórnase amarelo pálido. De repente, avistaremos um falcão caçador de morcêgos ou algumas outras aves predatórias pacientemente observando desde a copa das árvores, aguardando as suas presas. As prayas, especialmente na estação seca, estão repletas de aves no descanço e se alimentando, tais como garças, gansos do Orinoco e aves escumadeiras, para apenas falar de algumas. Depois, a expedição proseguirá río acima, na direção do coração do Parque Nacional do Manu, para dar uma primeira parada no limonal. Nos registraremos na Estação dos Guarda-parques e faremos assinar os nossos salvo-condutos. A partir de este ponto, estaremos viajando pela selva virgem, onde apenas tribus indígenas moram. Começaremos a ver mais aves, tais como martím pescadores, tucães, garças, araras, papagaios, jabirus e de repente, avistaremos algums mamíferos, como o tapir, capivara, varias especies de tartarugas e os caimães. É também possivel que possamos ver um jaguar na beira do río. Pela meia tarde, chegaremos no Caiman Camp; a nossa base durante os seguintes dois días na selva, pela beira do río e perto do lago Cocha Salvador. Là, teremos mosquiteiros na sala de jantar, nos banheiros, nas duchas e plataformas onde montaremos as nossas barracas. Antes do anoitecer, faremos uma curta caminhada para conhecer este paraiso verde. À nossa volta no campamento, um delicioso jantar estará nos aguardando. Uma caminhada noturna finalizará esta emocionante viagem pela Zona Reservada do Parque Nacional do Manu. Campamento.

6to DÍA: CAMPAMENTO NO PARQUE NACIONAL

Sairemos cedo na manhã, com uma caminhada de 4 a 5 horas pela beira direita do río, para visitar o lago “Cocha Otorongo”. Isto nos dará a oportunidade de ver outras especies de aves e mamíferos únicos nesta zona e esta trilha é excelente para encontrar o macaco lanudo. Varias especies de borboletas multi-cores flutuarão acima da trilha, já que a Amazonia peruana enorgulhecese de mais de 4.000 especies de borboletas, com o Manu abrigando 1.200 delas. Uma caminhada curta pelas trilhas que atravessam a selva, nos levará ao lago. Là, tem uma plataforma sobre a água, para observar as aves e a vida silvagem. Após uma viagem de meia hora em barco, estaremos de volta no campamento base para o almoço. Depois, a tarde estará completamente dedicada a explorar a zona perto do lago “Cocha Salvador”. Numerosas trilhas serpenteam pela floresta de ficus, palmeiras e árvores de caucho, onde veremos varias especies de plantas com flores, aves e mamíferos. Também, exploraremos outras áreas, observando as pegadas e excrementos de mamíferos da selva. O nosso guia nos dará informações básicas sobre os ecosistemas da selva e nos mostrará algumas plantas medicinais usadas pelos grupos de indígenas locais. Também, é possivel que estejamos cruzando caminhos com um bando de peccaris; uma especie de porco silvagem que se encontra na região. Là no lago, tem um catamarão disponivel para remar até o centro do lago, para observar em silêncio a vida silvagem nas beiras do lago. Logo na noite, pegaremos as nossas lanternas e exploraremos a selva procurando macacos noturnos, roedores, etc. Campamento.

7mo DÍA: CAMPAMENTO NO PARQUE NACIONAL

Hoje, seguiremos com a nossa viagem río abaixo, cruzando o río Manu e passando pelo seu afluente menor; o Piquen, chegaremos a Boca Manu, onde o río se junta ao Alto Madre de Dios. A partir de là, navegaremos mais umas três horas río abaixo, para alcançar o albergue em Blanquillo, onde dormiremos no conforto de camas com mosquiteiro, colocadas sobre estruturas de madeira sublevadas, com teto de palha no estilo nativo. Em caminho, poderemos conversar com a gente do lugar que pesca na beira do río e isto é uma grande oportunidade de observar os seus costumes. Também, visitaremos o lago Cocha Blanquillo com a sua diversidade de animais, incluindo uma familia de lontras gigantes e aves. Mais uma noite no campamento. (contradicción)

8vo DÍA: CAMPAMENTO NO PARQUE NACIONAL

Antes do café da manhã, desceremos o río (cinco minutos em barco), para ir até uma posição frente a um barranco de 90 a 100 m. de alto, que consiste num depósito natural de argila rica em minerais e situado na beira do río. Desde uma pequena plataforma flutuante, camuflada com folhas de palmeira (para evitar perturbar as aves), poderemos observar papagaios de tamanho mediano e periquitos menores chegar ruidosamente, casal por casal, para encontrar o seu lugar na copa das árvores, acima do barranco de argila. Logo, virão os araras vermelhos e verdes de tamanho maior, num impressionante espectáculo de cores. Após o dejejum, voltaremos ao río Madre de Dios e à pista de aterrizagem perto de Boca Manu. Cedo na manhã, bandadas de aves passam por cima do barco e de repente, avistaremos um capivara; o maior roedor do mundo, pela beira do río. Em Boca Manu, nos despediremos da parte do grupo que tomará o vôo de volta a Cusco (Cuzco) e o resto continuará a viagem río acima, no Alto Madre de Dios, para finalmente montar o campamento na tardezinha, numa praya, na beira do río.

9no DÍA: CAMPAMENTO NO PARQUE NACIONAL – CUSCO

Éste é o nosso último día na selva. O nosso barco nos levará até Atalaya. Là, o nosso vehículo estará nos aguardando para voltar a Cusco, onde chegaremos tarde na noite. Almoço incluido.

OPCIONAL: Se Você quiser voltar a Cusco em avião do aeroporto de Boca Manu, isto tem um custo adicional de $125.00.

INCLUI:

  • Guia bilingüe (espanhol – inglês) especializado
  • Equipamento de acampar
  • 02 noites em albergues locais
  • Todas as refeições
  • Estojo de primeiros socorros
  • Todos os transportes (ónibus ou vehículo 4×4 e bote a motor)
  • Equipamento de canotagem
  • Equipanento de bicicletas de montanha
  • Caixa forte para objetos de valor e guarda volume para a bagagem.

ENTRADAS NÃO INCLUIDAS.

RECOMENDAÇÕES:

  • Saco de dormir individual
  • Binoculares, cámara com filmes de 200 e 400 ASA para usar dentro da selva
  • Um par de botinas leves à altura do tornozelo e sandalias
  • Roupa quente, camisas de mangas compridas e calças compridas (algodão)
  • Equipamento 100% impermeavel (poncho comprido ou roupa impermeavel)
  • Repelente contra insetos (recomendado com 50% Deet), bloqueador solar
  • Lanterna com pilhas (alcalinas) e lámpadas de reserva em suficiência
  • Chapéu com borda ampla (para días ensolorados), óculos de sol
  • Toalha, traje de banho, medicamentos pessoais e / ou provisões
  • Mochila pequena e uma mochila ou bolsa de viagem por pessoa
  • Uma garafa de água para o primeiro día e sacolas de plástico.